Cientistas combatem a família

terça, 01 de julho de 2014 às 16:24

O conceito bíblico de família está a cada dia mais sendo duramente combatido pela comunidade científica. Desta vez querem acabar com a figura paterna. Cientistas britânicos afirmam ter criado espermatozóides a partir de células-tronco da medula óssea feminina.

O estudo poderia possibilitar que um dia, casais de lésbicas possam ter filhos sem a necessidade de um homem, já que o espermatozóide de uma mulher poderia fertilizar o óvulo da outra.

A experiência vem sendo desenvolvida por especialistas da Universidade de New Castle que, em abril do ano passado, anunciaram ter conseguido transformar células-tronco da medula óssea de homens adultos em espermatozóides imaturos.

Karim Nayernia, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, disse que agora os cientistas repetiram a experiência com células-tronco da medula óssea de mulheres, podendo "abrir caminho para a criação do espermatozóide feminino". 
Nayernia disse à revista New Scientist estar esperando a "permissão ética" da universidade para dar continuidade ao trabalho, que consistiria em submeter os espermatozóides primitivos à meiose, um processo que permitiria a maturação do espermatozóide, tornando-o apto para a fertilização. 

Esta distorção na criação de Deus mudaria totalmente o curso da humanidade, que começou com uma família: Adão e Eva (homem e mulher) – Gênesis 2: 24; 1: 28. Deus também usou um homem e uma mulher (Abraão e Sara) para estabelecer um povo eleito e assim cumprir seus propósitos a partir da redenção (Gênesis 12: 2,3; Êxodo 19: 5,6). O Próprio Senhor Jesus nos foi enviado através de uma família: Maria e José.

A família e a Igreja são instituições estabelecidas por Deus. Primeiro o Senhor criou a família e, após a vinda de Jesus, Ele firmou a Igreja. Portanto, não há Igreja forte em Deus sem famílias comprometidas com o Evangelho. A verdadeira família cristã age segundo a Palavra de Deus.

“Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem. Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa. Eis como será abençoado o homem que teme ao Senhor!” (Salmos 128: 1 – 4).

Se a família vai bem, a nação estará bem, já que a família é a célula base da sociedade. A Igreja tenta recuperar famílias desestruturadas, onde há contendas, separação, vícios, desemprego...Mas como recuperar uma família que nunca existiu? Uma criança gerada a partir de duas mulheres não seria integrante de uma família, mas fruto de uma experiência de homens que insistem em andar na contramão da criação divina e cujas conseqüências podem ser desastrosas.

Deus criou o homem e lhe deu a mulher como ajudadora para crescerem e se multiplicarem – isso é família; depois o Senhor lhes deu o Éden – a terra; deu-lhes as ervas que dão semente para se plantar – trabalho e suprimento para o lar; e deu-lhes sua companhia no Éden – isso é comunhão com Deus. Estas são as bênçãos para o lar: amor, união, crescimento, multiplicação, terra, trabalho e comunhão com Deus. Qualquer ação que modifique esta estrutura traz maldição à família.


 

 

 

Marcia Pinheiro

Por: Pregadores do Telhado