Pregadores do Telhado levam o Evangelho aos deficientes visuais

terça, 01 de julho de 2014 às 16:22

O ministério Pregadores do Telhado tem levado a Palavra de Deus a todo o Brasil através de 90 emissoras de rádio. Um público especial está sendo alcançado por este trabalho gerado por Deus no coração do Pastor Juanribe Pagliarin: os deficientes visuais. São pessoas que nunca tiveram a oportunidade de ler a Bíblia, mas que através do programa Mensagens de Paz e Vida e das Ilustrações do Reino de Deus têm acesso ao Evangelho da salvação.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há cerca de 3 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência visual, dos quais 188 mil são cegos. Muitos destes cidadãos não têm sequer acesso a uma Bíblia em braile, porque atualmente são raras as bibliotecas públicas do país que têm um exemplar das Sagradas Escrituras para deficientes visuais. Preocupado com esta carência, o Pregadores do Telhado investe no cumprimento da Palavra que ordena “levar o Evangelho a toda a criatura”.

Tornando-se um Pregador do Telhado você além de contribuir para a pregação do Evangelho em mais cidades do país, também pode ganhar um CD com Mensagens do Reino de Deus e realizar um trabalho personalizado de evangelismo. Para isso, basta que suas doações tenham valores a partir de R$ 30,00 mensais. De posse do CD, basta emprestá-lo a um deficiente visual e deixar o Espírito Santo trabalhar. Você poderá repassá-lo a quantas pessoas desejar, tirando delas a cegueira espiritual.

No site da editora Bless Press é possível encontrar várias formas de evangelizar os cerca de 3 milhões de deficientes visuais no país. São CDs com Mensagens Evangelísticas e Ilustrações do Reino de Deus em várias edições. Há também mensagens e ilustrações para downloads.

Nos últimos tempos, felizmente, as autoridades têm se preocupado com a inclusão social dos deficientes visuais. Atualmente, tramita na Câmara dos deputados alguns projetos de lei neste sentido. Um deles é de autoria do deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES), que obriga escolas públicas de níveis fundamental e médio de cidades com mais de 20 mil habitantes a manter pelo menos uma sala de aula equipada com recursos multifuncionais para atender alunos portadores de deficiência visual (cegos ou com baixa visão). As escolas também precisarão ter professores qualificados para atender alunos com deficiência.

As salas multifuncionais são aquelas equipadas com materiais didático-pedagógicos voltados exclusivamente para alunos portadores de deficiência. Isso inclui, por exemplo, calculadoras sonoras, impressoras em braile e computadores com registro de voz.

Porém, mais importante do que incluir estes cidadãos na sociedade é inseri-los no Reino de Deus. Os deficientes visuais também precisam ter seus nomes escritos no Livro da Vida. A produção de materiais audiovisuais de evangelismo é um grande passo nesta jornada iniciada pelos Pregadores do Telhado.
Em 2006, após 5 anos de negociações, 192 Países acordaram nas Nações Unidas uma nova Convenção para proteger os direitos das pessoas com deficiência, primeiro tratado aprovado na área dos Direitos Humanos do século XXI.

Esta Convenção não visa criar novos direitos, mas proíbe especificamente a discriminação sobre as pessoas com deficiência em todas as áreas da vida. Os Estados acreditam que esta Convenção, no entanto, era necessária porque as pessoas com deficiência ainda representam um dos mais marginalizados grupos da sociedade e que os seus direitos têm sido muitas vezes ignorados ou negados em muitos países.

Não negue a um deficiente visual o direito de conhecer a Palavra de Deus. Seja um Pregador do Telhado e ajude este ministério a resgatar vidas das trevas para a verdadeira luz. 

Eis o chamado: “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. (I Pedro 2: 9)

Marcia Pinheiro

Por: Pregadores do Telhado