Os Agentes contra a União

quinta, 23 de junho de 2016 às 15:03

A união tem o poder de trazer a benção de Deus sobre todas as coisas que fazemos.

Quando há união entre as pessoas, há coesão de pensamento, interação e integração, objetivos traçados e realizados, há visão e há melhores resultados!

Esse é um assunto de grande importância para a vida, e em todos os âmbitos!

Jesus, nosso Mestre e grande exemplo, cultivou entre os seus discípulos o valor da união, para que recebessem de Deus, como Corpo, esse espírito de união! Ele disse que temos que ter esse espírito para que todos sejam aperfeiçoados na unidade, que sejam UM, como Ele é com o Pai! (João 17:21-23)

Quer maior comunhão que essa?

Mas, às vezes, perdemos o ânimo de andar em unidade, em união e comunhão com as pessoas. Alguns motivos são fáceis de notar e contra eles devemos agir:

Egocentrismo
Quando investimos em nossas próprias vontades e em satisfazer nossos próprios desejos, tratando com indiferença ou menor importância as necessidades e prioridades dos outros. Acerca disso, Jesus nos deu o 2º maior mandamento, AMAR O PRÓXIMO COMO A TI MESMO, e isso consiste em dar aos outros maior atenção (Filipenses 2:3-4). Ele nos adverte em Mateus 25:42-45:

Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos?
Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer.

 

Competição
Quando queremos estar sempre certos, sem saber ceder ou entrar em acordo. Isso é orgulho! A palavra nos adverte sobre isso em Provérbios 29:23:

A soberba do homem o abaterá, mas o humilde de espírito obterá honra.

 

Auto-pastoreio
Quando não nos abrimos para receber orientações ou caminhar com o grupo. Em Judas 1:12, vemos exemplos dos que perecem pensando assim.

 

Opressão Maligna
Como vemos pelos itens anteriores, muitas razões pela falta de união vem de nós mesmos, da nossa natureza carnal e inconstante.
Porém, vemos em toda a Palavra de Deus que a unidade entre as pessoas (e entre elas e Deus) incita a ira do diabo. E isso pode ser gerado por brechas espirituais às quais não fomos libertos ou traumas e feridas não curados. A união estimula o crescimento mútuo e a ajuda, além de estarmos mais protegidos em meio aos irmãos. Muito melhor é receber dicas, orientações e exortações de amigos e daqueles que te conhecem, do que de estranhos e pessoas que não te entendem (Hebreus 10:24-25 e Eclesiastes 4:9-10).


Há mais razões que podem estar te desanimando, mas o importante é lutar contra todas elas e permanecer em comunhão com as pessoas!

 

Camila Bianchi

Por: Admin